segunda-feira, 30 de março de 2009

mais datas

Esta manhã, ao fazer a ronda habitual pelos links ali do lado, vi que a Formiguita Bipolar completa 2 anos na blogosfera. Muitos e muitos parabéns! Não a conheço pessoalmente, mas gosto de ler o que escreve e, por isso, acompanho as suas aventuras desde o início deste cantinho. O que me recordou que também, este cantinho, devia estar a fazer aniversário... e fez, dia 5 de Março! Mas nesse dia nasceu uma menina muito especial que se sobrepôs a todas as outras comemorações! Normalmente, não sou pessoa de me esquecer de datas importantes, mas escapou-me completamente. 2 anos de Quem és tu de Novo... já tinha tido tempo para descobrir... e, de facto, descobri e redescobri muitas coisas nestas escritas. Sou viciada nisto, não há volta a dar! Mas antes nisto que em qualquer outra coisa pior! :)

segunda-feira, 23 de março de 2009

23 de Março

Saber o exacto momento em que as nossas vidas dão uma volta não é fácil. A gente esquece-se. Os dias passam quase iguais. E vamos crescendo. Aprendemos uma série de códigos que imaginávamos não serem para nós. Alguns clichés também. Tendemos, inevitavelmente, a recordar os grandes marcos como as desgraças que parecem infinitas e que depois, vai-se a ver, já passaram.
E a felicidade.. Foi em que dia? A que horas? Em que sítio? Eu sei a resposta exacta.

quinta-feira, 19 de março de 2009

IRS - Mission accomplished

Fazer o IRS é sempre tempo de tortura porque abomino tudo o que tem que ver com contas e números. Nasci para ser rica! Mas não sou.
Ao vasculhar os papéis descubro que tipo de ano foi o que passou e aí a minha ira contida desnvanece-se lentamente porque descubro que passeei muito e comprei coisas em farmácias do país inteiro: de Norte a Sul! Não contempla ilhas porque o reembolso que recebo chega, no máximo, para um fim-de-semana na Costa da Caparica...

sexta-feira, 13 de março de 2009

Bom fim-de-semana!



O meu amor - Cristina Branco

A melhor versão desta música!

Da liberdade


Descobrir que as pessoas não têm todas de gostar umas das outras, tal como não gosto de muita, muita gente, há-de haver muita, muita gente que não goste de mim, é das mais preciosas descobertas que já fiz. Pra fretes, já bastam os que não conseguimos nem podemos evitar. Os coleguinhas de trabalho fdp, as filas nas finanças, no supermercado, o trânsito, e tais.

Aturar pessoas porque sim, não. Aturar pessoas que nos tratam mal, também não.
Nesta coisa das relações, ou nos aturamos porque gostamos uns dos outros, e nos respeitamos, ou fretes não, obrigada.
Como diria o meu querido Lone Ranger, eu exijo é respeito. Na falta dele, pois temos pena. Não preciso dessa merda, não quero gente de má onda perto de mim, não aturo mais gente que se acha no direito de ser estúpida. Que faz merda e não só não assume nem pede desculpa como ainda me vem com arrogâncias. Não gosta, tá de mau humor, não lhe apetece, não convive. Cada um à sua vidinha, e não me provoquem, não me chateiem. Bate boca com gente que não me diz nada, comigo não, violão, era o que me faltava. Já bem me basta ter de me chatear com quem gosto. Pró peditório de ter de provar alguma coisa a alguém já dei. Simples assim.
Insegurançazinhas tratam-se no divã meus filhos, no divã. Que a mim ninguém me paga pra isso!


Roubado da Isa. Perfeito!

terça-feira, 10 de março de 2009

Vida feliz!

twitto, já blipo, mas blogo menos. Dificuldades de agenda. Conciliar vidas novas não é fácil. E interessa-me muito mais a vida real!

Mas é aqui que volto quando me quero lembrar de uma data especial... que está a chegar! :)
*perdão, várias datas especiais!

terça-feira, 3 de março de 2009

ViváMusica!

Se de repente lhe apetecer muito muito ouvir uma voz única, vá ao youtube e perca-se. Estava mesmo a apetecer-me ouvir esta!