quarta-feira, 29 de abril de 2009

Cadê?

E quando é que São Pedro se decide a dar-nos o que temos direito: Sol, calor, esplanadas sem vento, praias quentinhas, sandália no pé, depilação impecavelmente feita, sorrisos abertos, planos de férias, bronze na pele, janelas abertas, poupança de electricidade... e assim?


terça-feira, 21 de abril de 2009

Uma canção para mim?!

Bem sei que já é 3ª feira e o prazo para falar disto já passou. Mas sou uma tosca, uma simples mulher do povo que se comove com tudo e com nada, uma saloia de corpo inteiro, alguém que precisa de se justificar para escrever o que se segue:


Adoro o programa Uma canção para Ti! (já está)


É verdade e devo fazer aqui duas considerações prévias: adoro música e já fui a um concerto do Tony Carreira. Parece um contra-senso, mas não é.
Sou fascinada por fenómenos e os putos do concurso são verdadeiros fenómenos. Cantam que se fartam e já passaram a fase do Eu vi um Sapo há muito tempo, apesar da produção insistir em vestir vestidinhos de princesa a meninas de 14 anos... enfim. Mas a produção (ou não sei quem) tem um mérito inigualável: a escolha das canções - adoro todas e cada uma delas. Já ouvimos Gemini e José Cid, já houve convidados de luxo: o próprio do Tony, a S. D. Simone, o brilhante Carlos Mendes, o Tordo e outros mais. Falharam na Kátia Guerreiro, mas pronto, isso é um (des)gosto pessoal. E outra: a Júlia Pinheiro! Eu gosto dela. Reconheço-lhe inteligência bastante para saber o que faz e se é aquilo que tem que fazer, faz e muito bem! O Goucha também não está mal: os sapatos de Domingo eram lindos!

E assim passo as noites de Domingo agarradíssima à TVI a ver desfilar os pequenos talentos. A ouvir atentamente as considerações dos jurados: Rita Pereira volta que a Benedita não sabe falar, a deixar cair uma lagrimita aqui e ali porque os putos emocionam-me e não é só tpm e a maldizer a única coisa má que este programa tem: o horário! Não se pode ir para a cama a altas horas da madrugada num Domingo. Eu não aguento quanto mais as criancinhas! Vejam lá se mudam isso, fáxavor. Obrigada!

quarta-feira, 8 de abril de 2009

para memória futura

Estou muito feliz, mas com um mau feitio desgraçado.


Isto assim é muito difícil de gerir, valha-me Deus!

terça-feira, 7 de abril de 2009

coisas que me transcendem

Esta coisa dos blogues tem muito que se lhe diga. Nós escrevemos para ser lidos, contudo achamos sempre que o que se debita aqui não pode ter interesse algum para pessoas que não nos conhecem (ou que mal nos conhecem). Posso conceder na parte das músicas que escolho com cuidado e que, por vezes, têm outros significados para além da música em si. A maior parte das vezes nem têm, aparecem aqui apenas porque sim!
Isto porquê? Porque à volta da plataforma blogue foram criadas muitas outras bem interessantes que não podemos dispensar: vulgo contadores de visitas que nos deixam saber quem, quando, a que horas e de que sítios nos vieram visitar. Isto dá-nos a dimensão real do alcance destes pedaços de nós que não são mais do que isso: pedaços de um todo onde só fica o que queremos que fique consoante a exposição a que queremos estar sujeitos através desta janela.
Por isso, caros visitantes, de Castelo Branco a Moçambique, cabe-me pedir desculpas pelo desinteresse que é este cantinho. Não venham à procura de sangue porque aqui jamais ele correrá. Pormenores demasiado esmiuçados da minha vida? Também não! Das vidas de outras pessoas? Muito menos...
Sou assim, pouco interessante e muito ciosa dos espaços de intimidade!