segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

A árvore está feita!


















Este ano é branca. Apeteceu-me. E tem corações e renas vermelhas e uma estrela muito crafty no alto. O pequeno não lhe resiste. Não a larga e cheira-me que, ainda antes da noite de Natal, a árvore vai estar feita em fanicos, no chão, de preferência sem ter magoado ninguém.... como se explica a um pirata de 18 meses que aquilo é só para olhar e não para puxar, empurrar, mexer??!!!.... Compensa a cara de safado que ele faz quando lhe ralhamos e ele percebe que está a fazer asneira. Como não nos desmancharmos a rir? Acho que preciso de um curso básico para ser mãe nesta altura.... 

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Bom fim-de-semana


                                             Pedro Moutinho  - O negro fica-lhe bem

Um dos meus fados de eleição. Estranho o vídeo, nunca tinha ouvido a canção com esta "leitura", mas aceito-o e o importante é a voz e a falta da rainha do fado - a guitarra portuguesa substituída pelas teclas de um piano que lhe fica a matar.

Bom fim-de-semana! 

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Este blog é fura-greves

e como castigo carrega uma gripe descomunal que está prestes a rebentar em febre.... mas continua no seu posto de trabalho! E se alguém se atrever a chamar-me camarada pode bem levar com uma cadeira em cima. E não, não estou a favor deste governo (ou ensaio dele). E se o Carvalho da Silva não se cala com os jargões do costume, com o regozijo pelas pessoas não terem ido trabalhar, dá-me um ataque!

Pim!

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Dois pesos e duas medidas

O que eu gosto disto: fulano de tal cometeu o crime x há 30 anos atrás, é um santo que já pagou pelo que fez. Outro fulano de tal teve simpatias politicamente pouco correctas há 30 anos, não criminosas, é um filho deste e um filho daquele. Um criminoso.  E depois de muito tempo nestes disparates, desligo o botão. Quando uma pessoa desiste de tentar compreender ou fazer compreender chama-se o quê?

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

À atenção das eventuais futuras mães

Nem tudo é fácil!

Acordar. Tudo bem e normal. Preparar um biberão. Dar o biberão. Mudar fralda. Vestir. Tomar o meu duche enquanto comunico com ele. Vestir-me, tomar pequeno-almoço a meias com o pequeno que adora iogurte e cereais. Metê-lo no carro. Deixá-lo nos avós. A meio da manhã uma chamada: ai o menino não está bem, dói-lhe o bracinho. Sair a correr do emprego. ir vê-lo. "Testar" o bracinho. Não há choro, só resguardo. Esperar. Voltar para o emprego. Telefonar para saber evolução. Ir almoçar a correr para voltar a metê-lo no carro e ir ao hospital. Nada de grave. Uma articulação mais frágil... Regressar para o emprego. Hora de recolher. Carro. Casa. Sopa para fazer. Cd da Leopoldina para ouvir e dançar. Desenhar. Sopa a ferver. Passá-la entre guinchos de "medo" e gargalhadas (o chorriso - conceito roubado ao JMTavares). Pai atrasado. Preparar o banho. Pai chega. Banho da sua responsabilidade enquanto preparo o 1º jantar - passar a fruta, cozer o peixinho e a cenoura. Apresentar o prato na mesa. Pai dá jantar. De volta à cozinha. Preparar 2º jantar, o nosso. Qualquer coisa serve... Mais brincadeira! Mais um biberão para preparar... o descanso quase a chegar... mas... noite atribulada: da 1h às 3h. De novo às 5h. Acordar às 8h e começar (quase) tudo de novo.

E, mesmo assim, vale a pena!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Estou a tornar-me numa pessoa muito fútil

mas os casacos da Primark são giros, giros e baratos! Apetecia-me comprar uns dois ou três! Mas as compras foram todas para o pequeno J... porque ele merece! :)

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Ainda não mudei de vida

... mas já há planos!

Sendo uma capricorniana convicta falta-me, muitas vezes, coragem para arriscar, seguir sonhos - todos os temos! Desta vez comprometo-me a tentar. Pelo menos isso devo-me a mim própria. Novidades? Lá para 2017! :)   

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Uma vez fui à Moda Lisboa..

e fui de ténis e jeans... Hoje vejo toilettes dignas de casamento chique em desfiles, eles próprios, tão ou mais importantes que os dos estilistas. Acho giro.

Era só isto.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O que é a globalização?













É ter encomendado o meu creme de corpo preferido de sempre na 3ª feira e hoje já poder usá-lo sem ter sido preciso ir a uma loja, perder tempo que é precioso para mim.

Viva a globalização!

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Apetites

Apetece-me fazer coisas. Que coisas? Coisas. Fazer. Exercitar a criatividade. E há tanta coisa que me passa pela cabeça... Sem stress! Isto passa! :)

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Das férias

As férias foram boas, obrigadinho. Não se descansa muito, mas vive-se muito a ver crescer um ser que, ainda agora, estava na barriga da mãe. Já corre para o mar. É tão bom vê-lo. Sem medos. Sem frio. Sem nada que o desvie do seu caminho (a não ser uma mão de pai ou mãe....). Já fala. Sozinho. Nunca quando lhe pedimos. É um menino cheio de presonalidade (teimosito...) que sabe o que quer e, especialmente, o que não quer. É a minha luz (que lamechas...) e só quero que seja muito feliz juntinho a nós!

Regressar ao trabalho é que dói muito.... foram muitos dias. Estou cheia de saudades....

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Twist

Há muito tempo que não havia alguma emoção destas na minha vida: não vamos mudar de casa!
Metade das coisas empacotadas, muitas horas de ginástica mental para perceber onde iam ficar os nossos belos pertences. Mas ainda bem. Quando não tem que ser não é. Eu acredito nas minhas coisas, tenho a minha fé e creio sobretudo em energias...e as nossas não bateram. Não suporto gente que olha para os outros e só vê notas de 500€ sem se preocupar se está a prestar um bom serviço. Ora acompanhem-me lá: a pessoa põe um anúncio na net a anunciar uma casa para alugar com ou SEM mobílias. Nós vamos ver a casa, gostamos, aceitamos ficar SEM mobílias. A pessoa começa a sua lenga-lenga de "quando fizerem a mudança levam isto lá para cima e depois quando sairem trazem para baixo". Nós voltamos a pedir que tire, então, o máximo de coisas que consiga para podermos limpar a casa antes de entrar. A pessoa diz que é só desarredar e coiso e que depois limpa com a sua empregada. Faz-se o contrato, percebemos que a intenção de tirar os trastes que andam pela casa (com imenso potencial e um terraço fantástico) é zero. Aceitamos tirar as coisas, mas a limpeza e alguns pequenos arranjos terão que ser feitos. "Claro que sim" - enquanto debita os contos de réis que ganha com casas no algarve e trata a vizinha por srª drª. 
Dia da entrega da chave. Tudo na mesma. nem um móvel fora do sítio, gavetas cheias de utensílios bastante maltratados, mas nada me tinha preparado para o que estava para vir no dia seguinte. Ao começar a arrumar a loiça da pessoa para carregar para um arrecadação algures no céu (ou perto) deparo-me com uma ou duas baratas. Resolvemos comprar um spray e acabar com elas. E o que acontece? Dezenas de pequenas patinhas começam a andar vigorosamente cozinha fora... o que fazemos? Avisamos a pessoa, claro! A resposta? Que nunca ninguém se queixou, que isso não é problema grave, que se quisermos devolve-nos o dinheiro e ficamos assim porque a casa está sempre alugada, que se farta de ganhar dinheiro com ela. Que assim continue com a graça do deus que a acompanha. Para mim chegou! Gente mal formada, avarenta, que trata os outros como lixo NÃO OBRIGADA! Viver num local pejado de baratas com o meu pequeno J? Nem pensar! Continuamos sem terraço, mas continuamos felizes e isso é que importa.  

Claro que a noite foi longa, que os nervos apertaram e que às 3h da manhã ainda estava a ver episódios do 30 Rock para descontrair: twist!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

E não houve apresentação....

mas a minha parte estava feitinha, ensaiada, com Dead Combo de fundo e Orelha Negra para as perguntas/respostas. Em Setembro voltamos ao assunto, em força e com mais ideias a acrescentar porque podemos sempre melhorar, verdade?

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Velhos hábitos

Desde sempre que uma das expressões que me acompanha é: só trabalho bem sob pressão. Isto é mentira, mas é uma óptima desculpa para deixar tudo para a última hora.

A situação é a seguinte: há uma apresentação importante para fazer amanhã à tarde. O que é que está feito até agora? Nada, nestum, niente (e enquanto escrevo nada de 10 formas diferentes passam mais uns segundos preciosos em que deveria estar a dedicar-me ao power point... pelo qual , devo dizer, nutro um ódio de estimação).

Desde a escola primária que os tpc só eram feitos mesmo na hora final, quando já não podia adiar mais. Serei a mesma menina de 7 anos que achava (e acha) que tem tudo controlado? Talvez... mas uma coisa eu sei: a apresentação será feita amanhã, à hora marcada e com uma qualidade acima da média.... (sim, está bem....)

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Os propósitos da Arte

devem ser muitos. Para mim, a emoção, a comoção, o sentir são o mais importante.

Ando empenhada num projecto que me leva a pesquisar sobre estas coisas da Arte, do seu significado e de como podemos transmitir a pessoas cujo maior desafio é sobreviver, a possibilidade de serem consumidores e eventuais produtores de manifestações artísticas. E podem!

Assim cheguei a este vídeo:  http://vimeo.com/moogaloop.swf?clip_id=2539741.

Vejam e emocionem-se!

Bom fim-de-semana.





quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Coisas que funcionam

É triste. Uma pessoa compra um sapatinho muito lindo, aparentemente muito confortável, muito baratinho e depois não consegue calçá-lo porque os calcanhares ficam em estado de sítio. Umas dores que me deixavam mal diposta...

Aqui a menina nunca desiste. Então foi fazer uma busca por artefactos que pudessem aliviar a coisa e dar uso ao sapatinho. Pôr creme não resultou, pensos rápidos também não. Então, subi um degrau no investimento e adquiri uns pensos compeed. São caros, mas resultam. Parece que ando descalça! Uma maravilha!


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Giveaway - não é um concurso!

Demorei 2h a embrulhar loiça (e copos) do aparador da sala... mas para quê tanta coisa se nunca, NUNCA as uso?!

Acho que vivemos com coisas a mais. Estamos, então, a aproveitar a mudança para deixar para trás os excessos de coisas que não usamos, não nos fazem falta e podem ser úteis a outras pessoas.

Se alguém estiver interessado (ou souber de alguém que precise) de artigos de puericultura pesada (berço, suporte de berço, cadeirinha de papa portátil, anel de banho, etc.) contacte-nos para quemestudenovo@gmail.com.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Deixem a droga...

Andamos na fase de pedidos de orçamentos para a mudança. Há de tudo: curiosos, profissionais e assim-assim. Junto dos profissionais os valores têm sido parecidos, mais euro menos euro anda tudo pelo mesmo valor. Eis senão quando surge a proposta de uma conceituada empresa que, para além do mais, tem sede neste concelho e nos "pede" 5 vezes mais que os outros? Tentei descobrir as diferenças... nada... oferecem as caixas como os outros, o mesmo número de homens, tudo igual. Menos o preço, claro!

Assim não dá para ajudar a economia local!

Blog Makeover

Mudámos de visual... e de atitude!

Até já!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

sexta-feira, 15 de julho de 2011

YeY!

Entretanto completaram-se oito (8???????) anos na blogosfera.... tudo começou ao_sul.... e tanta vida já passou por mim!

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Taras e manias

Ciclicamente dá-me a febre das arrumações, mudança de decoração, DIY/bricolage... essas coisas! Agora a febre está tão alta que ando a magicar um walk in closet.... sonho de consumo de qualquer mulher (apesar de os pertences não serem em grande quamtidade...).

E seria mais ou menos isto:














Catita, não?

Mas como não estamos em tempo de grandes gastos, vou ficar-me por melhorar os pequenos arranjos de flores que fiz da última vez que estive com esta doença....

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Portugal, portugueses.....

Expliquem-me uma coisa como se eu fosse muito, muito burra, sff:
- Vem um raio de sol e toda a minha gente se apronta para tomar faustosas refeições em esplanadas. Esplanadas! Não tenho nada contra, adoro tomar um café, jogar conversa fora (dantes quando tinha vida própria e tempo para isso), passar tempo ao ar livre! Mas há uma coisa que me faz muita confusão: normalmente está vento e comer o que quer que seja com vento, na rua é... estúpido! Começa pela toalha: a voar, os guardanapos: a voar, se houver guarda-sol: não voa, mas quase e pode mesmo tombar... uma aventura! Há ainda outro assunto: os cheiros... muito vezes nauseabundos que se podem apanhar nas ruas deste nosso Portugal... quem é a alma que quer estar a almoçar/jantar num sítio tão smelly que só apetece vomitar?! Há várias... e eu conheço algumas.

Expliquem-me o fascínio disto, sff! Obrigada!

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Não há fome que não dê em fartura

E depois de um verão totalmente caseiro porque o pequeno J era demasiado pequeno para andar à fresca... este ano temos aproveitado cada horinha para molhar o pezinho na água do mar. Nós. Porque ele não é muito dado ao barulho das ondas: água do mar sim, mas dentro do balde para chapinhar! :)

E tem sido um verão MUITO FELIZ!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Me against the world

Cansaço acumulado. Falta de paciência.... se hoje não entrasse de férias nem sei como acabaria esta "luta"!











Hasta pronto! :)

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Nervos de mãe

D. Cucas está quase a fazer 1 ano. Está lindo, fantástico, maravilhoso. Há uma festinha para organizar e, valha-me Deus, que responsabilidade organizar a 1ª festa de aniversário da pessoa mais importante do mundo (baba....)! Vai correr tudo bem! E vamos ter Mickey gargalhadas! :)

terça-feira, 10 de maio de 2011

Eleições

Pela primeira vez na minha vida de votante não me apetece ir votar... Mas mais do que um apetite ou um direito, votar é, para mim, um dever e vou fazê-lo! Agora a angústia é escolher o mal menor....

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Evidências

As pessoas, em geral, aborrecem-me: fazem barulho, falam alto... Não há nada que chegue ao silêncio. Nem a melhor música... Só uma excepção: as gragalhadas do meu filho! :)

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Ascenção e queda de um mito em menos de dois minutos

Auto-rádio. Programa de discos pedidos por telefone e por e-mail. Um telefonema. 8 e-mails! Muitos pedidos. Muitos elogios. A melhor voz do Luxemburgo... uma das melhores do mundo... cria-se uma expectativa. Vai em crescendo. Finalmente, a senhora começa a cantar. Mudo de estação no mesmo instante. Eu canto melhor! E eu canto muito mal!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

quinta-feira, 7 de abril de 2011

duas coisas a vulso

Os bancos é que mandam neste país.
Os jornalistas andam doidos para fazer trocadilhos com a música do José Mário Branco (FMI).

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Blog moribundo...

é este! E não é por falta de assunto. Todos os dias me lembro que está aqui, todos os dias me lembro de coisas giras para escrever. Às vezes até tinha tempo para o fazer, mas o imediatismo do facebook abrevia os assuntos e facilita a disseminação da mensagem: preguiça?!

Mas em jeito de balanço:
- o blog fez 4 anos
- o pequeno J. fez 10 meses (e está lindão!)
- o pm demitiu-se
- o pr marcou as eleições para o pior dia possível...

E é isto... por agora!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Ao estado a que isto chegou....

Sabemos que temos que dormir (urgentemente) pelo menos 4 horas seguidas quando encomendamos jantar num sítio e o vamos buscar a outro.... ainda com direito a indignar-me com o empregado porque tinha a certeza absoluta que tinha acabado de falar com ele (não era ele...).

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

9 to 5

A vida não é um mar de rosas (olha a novidade), há dias (e noites) melhores que outros. Hoje é um dia assim a atirar para o mauzinho. Como o meu ano novo só começa para a semana, espero recuperar energias e entrar nele cheia de optimismo! Prometo que vou tentar!


Ah e nada é mais estimulante que ter o pequeno J a gritar: mã...mã...mã...mã... (olha a baba!!!)